Preso no estado do Pará suspeito de matar a namorada a facadas no Maranhão

  • 10/07/2024
(Foto: Reprodução)
Paullo Mesquita é suspeito de matar a namorada Jheinifer Machado, de 19 anos, com golpes de faca, na madrugada dessa terça-feira (9), na cidade de Porto Franco. Jheinifer Machado tinha 19 anos e foi assassinada a facadas; Paullo Mesquita é suspeito. Reprodução/Redes sociais Foi preso, na madrugada desta quarta-feira (10), no estado do Pará, Paullo Mesquita, suspeito de matar a namorada Jheinifer Machado, de 19 anos, com golpes de faca, no Maranhão. O crime aconteceu nessa terça (9), na cidade de Porto Franco, na região sudoeste do estado. ✅ Clique aqui para seguir o novo canal do g1 Maranhão no WhatsApp De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública do Maranhão (SSP), a prisão foi cumprida por policiais militares do 12° Batalhão da Polícia Militar do Maranhão, e o suspeito foi conduzido para a cidade de Imperatriz, na região tocantina, onde ficará à disposição da Justiça. O crime Segundo o Departamento de Feminicídio, vinculado à Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), Jheinifer foi encontrada morta dentro de uma casa alugada, onde morava com Paullo, no bairro Entroncamento. Ela estava amarrada com um pedaço de arame e com várias perfurações de faca pelo corpo. De acordo com a SSP, o crime aconteceu na madrugada dessa terça e, o corpo foi encontrado no período da manhã do mesmo dia. Ao tomar conhecimento do crime, a Polícia Civil do Maranhão constatou que o principal suspeito da morte de Jheinifer era o ex-namorado dela, identificado como Paullo Mesquita, que fugiu após o assassinato. As investigações apontaram, ainda, que o relacionamento de Jheinifer e Paullo era marcado por brigas e muito ciúmes por parte do suspeito. O caso continua sendo investigado pelo Departamento de Feminicídio da SHPP. Rede de proteção à mulher no MA A SSP destaca que atua em diversas frentes visando à prevenção da violência contra mulheres no Maranhão. O estado possui 22 Delegacias da Mulher (DEM) e um Plantão 24 horas como unidades especializadas da Polícia Civil para o atendimento à mulher em situação de violência. Também está implantando Núcleos de Atendimento à Mulher, prioritariamente nos municípios onde ainda não há Delegacia Especial da Mulher, a fim de que as vítimas tenham um espaço acolhedor e humanizado. O projeto segue em expansão. O Maranhão também possui 22 Patrulhas Maria da Penha, com cobertura em mais de 80 municípios. O programa é coordenado pela Polícia Militar e atua em apoio a mulheres em situação de violência doméstica ou familiar e na fiscalização do cumprimento das medidas protetivas. Além disso, o estado possui canais de denúncias, entre os quais: aplicativo Salve Maria Maranhão Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança Pública) - número 190 Disque-Denúncia Maranhão - número 181 Delegacia On-line

FONTE: https://g1.globo.com/ma/maranhao/noticia/2024/07/10/preso-suspeito-de-matar-a-namorada-a-facadas-em-porto-franco-no-ma.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Anunciantes